Coração de Frankielen foi transplantado para homem de 32 anos

Facebook (4)Alexsandro Wojcik com informações do G1 Paraná

Foto: Facebook / reprodução

O coração de Frankielen Zampoli, moradora de Contenda e que gerou um casal de gêmeos mesmo depois de sua morte cerebral, já bate no peito de outra pessoa: Rafael de Oliveira, de 32 anos, levava uma vida cheia de restrições por causa de uma doença que provoca inchaço no coração, e estava há um ano e meio na fila do transplante.

O rapaz, que inclusive é gêmeo de mais dois irmãos, passou pela cirurgia do transplante na última quarta-feira (22). “Isso vai tirar um grande peso da minha cabeça. É o filho da gente, né?! Espero que ele venha logo para casa. Ela gerou duas vidas e está salvando mais uma vida. A gente tem que agradecer muito a essa moça e ao marido”, disse o pai de Rafael, Gilmar de Oliveira, em entrevista à RPC.

Corte chamadas siteLogo depois da cirurgia, o paciente foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Angelina Caron, onde deve ficar por cinco dias. Ele está sedado e o seu estado de saúde é estável.

Frankielen, que tinha apenas 21 anos, teve vários órgãos doados após o parto de Anna e Asaphe, cujo Chá de Bebê que acontece no próximo dia 5 de março (domingo), a partir das 15h, no Clube Serrinhense, em Serrinha, será aberto à comunidade, que está contribuindo com doações para a família. A família, por sua vez, ressalta que toda e qualquer doação é bem-vinda e disponibilizou um número para mais informações – 41.99834-4451.

Dezenas de pessoas que conheceram a história de Frankielen através do noticiário, aliás, se solidarizaram e resolveram ajudar com doações. Em Contenda, um festival de prêmios também deve ser realizado pela Diretoria do Clube Serrinhense com a finalidade de arrecadar dinheiro para a família.