Área tida como reserva sofre com invasões em Contenda

de 26 de 07 (27)

Foto/texto: Alexsandro Wojcik

Uma área de propriedade da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (COHAB), tida como reserva florestal, está sofrendo com invasões clandestinas em Contenda. O que antes era uma área de mata fechada agora está dando lugar a demarcações de lotes – objeto de disputa entre os próprios invasores, que são do próprio município e de outras cidades da região metropolitana e do Paraná. De fato, o número de moradias irregulares só tem crescido em Contenda e a Prefeitura não consegue controlar ou intervir diante das apropriações indevidas de terrenos públicos.

A área em questão abrange o Bairro Mato Branco e parte do Bairro Habitar Brasil, onde uma invasão que iniciou há alguns meses já virou um verdadeiro loteamento irregular. O fato é que, entre os invasores, mulheres e crianças são os mais ativos no trabalho de derrubada da mata. O pretexto imediato de qualquer invasor é o de supostamente não ter onde morar. Na invasão localizada no Habitar Brasil, porém, muitas residências que foram construídas onde antes só existiam árvores já foram até comercializadas.

Acionada pelo Instituto Ambiental do Paraná, a ROTAM Ambiental de São José dos Pinhais esteve no local na última terça-feira (26) reportando a invasão, e deve notificar a COHAB para que tome providências ou para que mandados sejam expedidos com o objetivo de conter a derrubada da mata.