Cliente que causou confusão em hipermercado onde funcionária acabou morrendo baleada é empresário e morador de Contenda

Foto: Marco Charneski / colaboração

Foto: reprodução / WhatsApp

Uma confusão no Hipermercado Condor de Araucária terminou em tragédia na tarde desta terça-feira (28). Uma mulher de 44 anos, funcionária do Hipermercado, morreu baleada em meio à uma confusão que começou após um cliente se recusar a colocar máscara para entrar no estabelecimento.

Danir Garbossa, empresário e morador de Contenda (foto), foi abordado na entrada do estabelecimento por não estar usando máscara, tendo sido orientado por funcionários de que o uso era necessário para fazer as compras. Imagens de uma câmera de segurança mostram um funcionário do Hipermercado inclusive mostrando o que seria o Decreto Municipal que prevê o uso obrigatório de máscaras em estabelecimentos comerciais da cidade. Danir, porém, ignora as orientações e quando novamente abordado por um funcionário, o agride com um soco.

Instantes depois desta agressão, um segurança intervém na situação e entra em luta corporal com o cliente, momento no qual dois disparos foram efetuados. Um dos disparos atingiu o agressor enquanto outro disparo atingiu uma fiscal da loja, que segundo informações estaria inclusive tentando apaziguar a situação. O disparo atingiu a mulher no pescoço e ela veio a óbito momentos depois, enquanto Danir levou um tiro de raspão na região da barriga e foi hospitalizado. Ele está sob custódia da Guarda Municipal de Araucária.

Reportagem exibida pelo Boa Noite Paraná, da RPC TV, contendo imagens do interior do Hipermercado elucidam melhor a ordem dos fatos. Confira o vídeo abaixo: