Em reunião na Agência do Paraná do BRDE, Prefeito recebe orientações sobre as linhas de crédito que podem ser contratadas para as áreas de transporte e saneamento

.

A Agência do Paraná do Banco Regional de Desenvolvimento da Região Sul (BRDE) apresentou nesta quinta-feira (25) a um grupo de prefeitos e técnicos de 20 municípios paranaenses, entre eles o Prefeito Carlão, as linhas de crédito para financiamento de obras de infraestrutura nos municípios com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“Como modelo em banco de desenvolvimento no país, o BRDE, que já é muito forte no agronegócio, está buscando novas parcerias, agora com os municípios, porque é nas cidades, onde as pessoas vivem, que devemos atuar também”, disse o diretor de Operações do banco, Wilson Quinteiro. “Estamos avançando nas políticas públicas, como determinou o governador Beto Richa, para o bem do Paraná e dos paranaenses”.

O diretor Administrativo do BRDE, Orlando Pessuti, afirmou que o BRDE está abrindo caminhos aos municípios, para que, mesmo com as dificuldades do momento, possam continuar crescendo. “Queremos ser parceiros na construção de soluções, buscando alternativas que outras instituições financeiras não conseguem oferecer”, destacou. “O banco será sempre um bom e permanente parceiro dos municípios”.

Os prefeitos receberam orientações sobre a contratação de operações de crédito do Programa PAC 2 – Pavimentação e Qualificação de Vias Públicas -, dentro do Programa de Infraestrutura para a Mobilidade Urbana – Pró-Transporte, com recursos do FGTS.

A apresentação das linhas disponíveis com recursos do FGTS foi feita pela gerente de Operações do BRDE no Paraná, Juliana Dallastra. O grupo de prefeitos e técnicos também foi orientado sobre prazos e condições de pagamento.

Os municípios poderão financiar também, com recursos do FGTS, projetos de abastecimento de água, esgoto sanitário, manejo de águas pluviais e resíduos sólidos, preservação e conservação de mananciais, entre outras obras de saneamento.

“O que o BRDE está fazendo é incentivar os municípios a continuar investindo”, afirmou o superintendente do banco no Paraná, Paulo Cesar Starke Junior. “Os municípios são propulsores do investimento e servem de exemplo para que a iniciativa privada adote a mesma postura. É assim que o Paraná avança, que o Brasil avança”.

Ao final do encontro, os prefeitos assinaram protocolo de intenções autorizando o BRDE a atuar como agente financeiro dos projetos de financiamento. O banco é agente financeiro autorizado a operar com recursos do FGTS desde 2014. O limite de contratação por essa modalidade de crédito é de R$ 145 milhões em todas as operações do banco.

Fonte: BRDE