Executivo tem queda na arrecadação neste início de ano

Prefeitura

Estimativa de arrecadação da Prefeitura era de R$ 37 milhões durante todo o ano de 2015, com a queda inicial, porém, receita pode diminuir. Foto: Alex Wojcik.

O país inteiro vive um momento de apreensão econômica. Ajustes fiscais tem sido a principal pauta dos governos e o mau momento nas esferas federal e estadual acaba, naturalmente, afetando também a esfera municipal. Todas as prefeituras da região metropolitana, por exemplo, estão tendo que se adaptar a uma nova condição financeira neste início do ano.

Em Contenda houve uma diminuição na arrecadação neste início de 2015 em relação ao início de 2014. Em janeiro e fevereiro a diferença chegou a R$ 452.982,57 (quatrocentos e cinquenta e dois mil, novecentos e oitenta e dois reais e cinquenta e sete centavos), levando em consideração a arrecadação proveniente do FPM, ICMS e IPVA.

“Se realizada a média mensal, o valor arrecadado por mês ficou em mais de R$ 220.000,00 a menos que em 2014. A situação nos municípios deve melhorar um pouco neste mês de abril, com a projeção de aumento do FPM e com a entrada da receita do IPVA, a que as cidades têm direito a 50%”, comento o Secretário de Finanças do município, Mario Celso Dzierva.

No ano passado, a Prefeitura estimou uma arrecadação de aproximadamente R$ 37 milhões durante todo o ano de 2015, o que representava um acréscimo de R$ 5.059.805,01 em relação à arrecadação do exercício de 2014. Com a queda na arrecadação neste início de ano, porém, o valor pode diminuir. “Vale lembrar que todo o ano é projetado um incremento de arrecadação ao orçamento anual, mas esse incremento não foi atingido nos primeiros meses do ano. Esperamos que com a receita do IPVA este cenário mude para o decorrer deste mês, maio e junho, além de que provavelmente em maio já estejamos recebendo o IPTU 2015.”, finalizou Dzierva.

Da redação