Investigadora da Polícia Civil é baleada durante operação de busca e apreensão em Araucária

Pelo menos quatro supostos traficantes foram presos na operação. Três armas de fogo, sendo uma pistola 9 milímetros e dois revólveres calibre 38, uma balança de precisão e uma grande quantidade de drogas também foram apreendidas.

Uma policial civil da Delegacia de Araucária foi baleada na manhã desta terça-feira (11) durante uma operação na cidade. A investigadora foi atingida no momento em que a equipe entrava em uma casa no bairro Tupi para cumprir mandados de busca e apreensão. Ela foi atingida no braço, socorrida pelos colegas até uma casa hospital e passa bem. Dois suspeitos foram presos em flagrante no local.

A Polícia Civil confirmou à Banda B que o disparo aconteceu durante uma operação no município, ainda em andamento, que visa apreender armas, drogas e cumprir mandados de buscas. Ao lado de outros policiais, a investigadora se preparava para entrar em uma casa, que fica na Rua Ronaldo Alfeu Bacelar, por volta das 6 horas, quando os moradores iniciaram os disparos. Apenas ela foi ferida e o tiro acertou o braço direito da investigadora.

Enquanto a policial foi socorrida ao pronto-atendimento do hospital do município, outros policiais continuaram o cumprimento da ação. Segundo a PC, dois homens foram presos em flagrante dentro da residência. Além de responder por tentativa de homicídio, a dupla vai ser enquadrada pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, já que dentro da casa policiais encontram entorpecentes em quantidades de compra e venda, associação criminosa e ainda receptação por estar com arma furtada.

O estado de saúde da investigadora é estável, ela foi transferida para o Hospital do Trabalhador e deve receber alta médica nas próximas horas.

Fonte: Banda B.