Mesmo com decisão judicial, só trinta e seis escolas tiveram aulas hoje

Aulas

Foto: Agência Estadual de notícias.

Mesmo com a decisão judicial determinando o retorno imediato das aulas, apenas trinta e seis escolas e colégios estaduais tiveram aulas nesta quinta-feira (05), segundo nota do Governo do Estado. Na manhã de ontem, cerca de 20 mil servidores decidiram manter a paralisação por tempo indeterminado, mas o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) considerou a greve abusiva e decretou o retorno imediato às aulas, sob pena de R$ 20 mil por dia à APP-Sindicato.

O despacho, assinado pelo desembargador Luiz Mateus de Lima e publicado na tarde desta quarta-feira (4), diz que uma greve que venha a comprometer o interesse da coletividade deve ser considerada abusiva. A ação, inclusive, autoriza o uso de força policial, se necessário.

Em nota, a APP-Sindicato informou que não foi notificada da decisão e que a greve continua. “A interpretação da direção é de que a greve vem seguindo todos os procedimentos previstos na lei. Lamentamos a decisão de um governo que se nega ao diálogo com os trabalhadores e recorre a outros poderes para tentar por fim a uma manifestação legítima da categoria que conta com o apoio incondicional da população. O sindicato recorrerá da decisão tão logo seja notificado.”.

Fonte: Banda B