Mesmo com liminar da justiça, professores mantém greve

Colégio Estadual Miguel Franco Filho segue de portões fechados - Alex Wojcik.

Colégio Estadual Miguel Franco Filho segue de portões fechados. Foto: Alex Wojcik.

A greve dos professores da rede estadual de ensino entra no 21.º dia nesta segunda-feira (2). No último sábado (28), a Justiça do Paraná concedeu uma liminar ao Governo Estadual, determinando que os professores dos terceiros anos retomassem as atividades ainda nesta segunda-feira, com a justificativa de amenizar os prováveis prejuízos aos estudantes do terceiro ano, que neste ano têm concursos importantes, como os vestibulares e as provas do Enem. Em caso de descumprimento da liminar, foi estipulada uma multa de R$ 10 mil por dia.

Apesar da liminar, a APP-Sindicato afirmou que vai manter a paralisação total. O Sindicato afirma ainda que apenas após a assembleia dos professores, marcada para a próxima quarta-feira (4), é que se poderá decidir se a greve acaba ou não.

Mesmo depois de muitas negociações entre a categoria e o Governo, ainda não há previsão de retorno às aulas, isso porque, apesar dos dois lados já confirmarem avanços, ainda não se chegou a um consenso sobre vários temas.

Da redação.