Motoristas e cobradores aceitam proposta de dissídio do Ministério Público do Trabalho

91568-tarifatecnicaonibus

Transporte coletivo de Curitiba. Foto: divulgação.

O Sindicato dos Motoristas e Cobradores da Grande Curitiba (Sindimoc) aceitou a proposta do dissídio coletivo elaborada pelo Ministério Público de Trabalho do Paraná na tarde de ontem (09). O reajuste salarial de 9% e o vale-alimentação de R$ 415 foi sugerido pelo órgão depois que os trabalhadores recusaram a oferta do Sindicato das Empresas de Ônibus da capital (Setransp), que era inferior.

Com o acordo entre as partes, a possibilidade de uma nova paralisação no transporte coletivo é nula.

Da redação com informações da Banda B