MP acata inquérito da Polícia Civil e Garbossa é denunciado por homicídio

Foto: Marco Charneski / reprodução

O Ministério Público acatou o inquérito concluído pela Polícia Civil no último dia 8 e, com isso, o empresário de Contenda Danir Garbossa, 58 anos, vai responder por homicídio, lesão corporal e infração de medida sanitária perante a Justiça.

Seguindo o inquérito concluído pela Polícia Civil, na visão do Ministério Público, o autor dos disparos agiu em legítima defesa. O MP, portanto, não denunciou o segurança envolvido na confusão, que segue em liberdade.

O Ministério Público do Paraná já entregou à Justiça a denúncia contra o empresário, que segue preso desde o ocorrido.