Na Lapa, vereadores arquivam projeto de iniciativa popular que pedia a diminuição de salário do prefeito, vice, secretários e vereadores

image_large (1)

A população da Lapa se uniu, conseguiu mais de 2 mil assinaturas, e no dia 12 de janeiro protocolou na Câmara Municipal de Vereadores um Projeto de Iniciativa Popular (PIP) pedindo a diminuição do salário dos líderes do poder executivo e legislativo.

Após mais de 2 meses de espera, na sessão de ontem da câmara o projeto enfim ia ser colocado em votação. Iria. Em uma manobra, os vereadores da Lapa alegaram que o projeto é ilegal e arquivaram o PIB feito pelo povo. Nem mesmo a presença da imprensa e da população durante a sessão fez com que os vereadores mudassem de ideia.

O projeto em questão determinava que na próxima gestão o salário do prefeito fosse de R$ 11 mil, atualmente é R$ 19 mil. O projeto também previa que o vice-prefeito só receberia salário caso assumisse o cargo por conta da ausência do prefeito. Já para os secretários municipais a diminuição proposta era dos atuais R$ 8.100 para R$ 5 mil, e para os vereadores dos atuais R$ 6.300 para R$ 1.500.

Agora o projeto segue arquivado sem nenhuma previsão de voltar para votação.

Fonte: Revista Eletrônica Lapa

Foto: divulgação/Câmara