Parte de quadrilha que matou inocente na Lapa foi presa

Corte chamadas site

Em um trabalho conjunto das Polícias Militar do Paraná e de Santa Catarina, cinco integrantes da quadrilha suspeita de ter assaltado a agência da Caixa Econômica Federal na Lapa, região metropolitana de Curitiba, na tarde desta segunda-feira (15), foram presos no limite com São Mateus do Sul. Na ação dos marginais, Irineu Pedro Kurk, dono de uma sorveteria próxima à agência, morreu após ser atingido por um disparo.

A quadrilha estava em um sítio em Antônio Olinto, na região de Água Amarela. Na propriedade, foram presos um homem que cuidava do local e outros quatro suspeitos de participarem da ação criminosa. Durante a operação, os policiais ainda apreenderam dois carros que não tinham alerta de roubo, um Audi e uma S10, que teria sido usada no assalto. Também foram localizados coletes balísticos, munições, uma metralhadora e uma grande quantidade em dinheiro.

A operação policial segue em andamento, porque dois bandidos ainda estão foragidos.

Por volta das 16h, o bando em dois carros invadiu a agência da caixa, trocou tiros com o segurança e na fuga atirou contra o idoso, que não resistiu. O vigilante ficou ferido com um tiro na perna e a região central da Lapa virou praça de guerra.

Fonte: Banda B

Foto: Tony Mattoso/RPC