Prefeitura finaliza pavimentações no centro; recapes recentes, por outro lado, já apresentam problemas

Fotos/texto: Alexsandro Wojcik

Foram finalizadas as obras de pavimentação das Ruas Vitório Barbosa e Eucário Terézio de Carvalho, no centro de Contenda. A pintura da sinalização viária dos pavimentos foi finalizada na última quarta-feira (28) pela empresa responsável. As duas ruas foram pavimentadas com recursos oriundos de um empréstimo feito pelo Município junto à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano, que compreendeu o valor total de R$ 2 milhões, recurso que também viabilizou as pavimentações das Ruas Rocha Pombo, Dr. Waldemar de Moura Carvalho e Padre Bronislau Bauer.

A Rua da Polônia e a Rua Flora Ferreira Padilha, no Bairro Mato Branco e Habitar Brasil, respectivamente, também estão sendo pavimentadas. Na Rua da Polônia, o pavimento terá extensão de 319,89 metros, com custos totais de R$ 393.349,32. A obra começou em dezembro e era para ter sido entregue em abril, mas atrasou.

Já a Rua Flora Ferreira Padilha de Melo, no Habitar Brasil, está sendo feita em duas etapas: na 1.ª, já concluída, o pavimento foi feito na extensão entre a Rua Luís Stabach e a Rua Casemiro Szczypior, com custos na ordem de R$ 356.520,83; a 2.ª etapa da pavimentação, que esta sendo feita agora e fica entre a Casemiro Szczypior e a BR 476, custará R$ 364.027,52. A 2.ª etapa da obra teve início no mês passado e está prevista para ser entregue em setembro.

Enquanto isso, no centro, os recapeamentos asfálticos das Avenidas João Franco e São João, finalizados no segundo semestre do ano passado, já apresentam problemas. Na João Franco, uma rachadura já se formou no mesmo ponto duas vezes, em frente à Lotérica Sol Nascente. O buraco foi tapado pela empresa responsável pelas obras pela segunda vez recentemente, já que o pavimento ainda está na garantia. Já na Avenida São João são várias as rachaduras e buracos sobre o recape que foi feito há cerca de oito meses, principalmente em frente à Escola Municipal Vanilda Dzierwa. A empresa Tec Service foi a responsável pelo recape das duas Avenidas. Na João Franco o custo foi de R$ 341.516,71 e na São João R$ 172.770,90.

No mês de março, o Vereador Gilmar Carpejani apresentou um Requerimento (n.º 22/2017) na Câmara Municipal pedindo informações sobre a garantia do recape da Avenida São João. A informação dada pela Prefeitura, conforme divulgou a própria Câmara, é de que a empreiteira ficará isenta de responsabilidades se os problemas apresentados forem na base do pavimento. Alguns Vereadores se disseram inconformados com isso, alertando sobre a responsabilidade em que se deve ter antes da aplicação de recursos em obras como estas.