Tentativa de assalto a chácara de ex-prefeito de Araucária termina com dois presos, um morto e dois foragidos

Fotos: Marco Charneski / reprodução

Reportagem: Jornal O Popular do Paraná

A noite desta quarta-feira, 24 de outubro, foi movimentada em Araucária. Tudo por conta de uma tentativa de assalto à chácara do ex-prefeito Olizandro José Ferreira (MDB), em Botiatuva, área rural da cidade.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, cinco homens, fortemente armados, alguns usando coletes à prova de balas, foram à chácara de Olizandro, onde ele reside com a família. Lá, além do ex-prefeito, estavam a ex-primeira dama Belquis de Fátima Ferreira e a filha do casal.

A ocorrência foi repassada à PM que, rapidamente se dirigiu ao local. Quando lá chegou, no entanto, parte dos bandidos já estaria fugindo num veículo Ford Fiesta que pertenceria à filha de Olizandro. A outra parte da quadrilha se evadia num Fiat Fiorino que eles haviam utilizado na ida à chácara.

Assim que avistaram os veículos, os policiais pediram para que eles parassem. Porém, ambos não acataram a ordem e ainda dispararam contra a equipe. O condutor do Fiorino, inclusive, acabou atropelando um 2º sargento que atendia a ocorrência.

Como a ordem de parada não foi acatada, a PM saiu no encalço dos veículos, que – ao chegar à Rodovia do Xisto – pegaram a pista em sentido à Curitiba. Ali, eles deram de cara com viaturas da Guarda Municipal, que também auxiliava no atendimento. Houve troca de tiros. Com o reforço acionado, outra equipe policial se posicionou próximo ao Terminal Rodoviário aguardando o carro em que estariam os bandidos. Novamente, porém, a quadrilha não acatou a ordem de parada e houve troca de tiros. Os assaltantes que estavam na Fiorino abandonaram o veículo e fugiram a pé, se escondendo num matagal existente naquela região.

A PM seguia acompanhando taticamente os bandidos que estavam no Ford Fiesta, os quais insistiam em atirar contra a viatura. Nessa troca de tiros, o pneu do Fiesta teria sido furado, o que obrigou os bandidos a abandonarem o carro as margens da rodovia e também tentar fugir a pé. A surpresa se deu quando, na vistoria do veículo, os policiais localizaram Olizandro, Belquis e a filha, que haviam sido feitas reféns. Bastante assustados, mas ilesos, eles foram encaminhados à sede da PM em Araucária para atendimento.

Simultaneamente, a PM de Araucária, juntamente com o apoio de viaturas de batalhões de cidades vizinhas e da Guarda Municipal de Araucária, realizaram um cerco na região central da cidade para encontrar os bandidos. Após alguns minutos, dois deles foram localizados escondidos numa quadra de futebol que fica na região. Desta vez, porém, eles não tentaram fugir, até porque um deles havia levado um tiro no pé. Devidamente algemados, eles foram encaminhados ao Hospital Municipal de Araucária e, em seguida, à Delegacia de Polícia Civil.

As buscas continuavam ao trio de assaltantes que ainda estava embrenhado no mato. Nesta caça, localizaram um dos sujeitos. Só que este não quis se render. Sacou um revólver e atirou contra os policiais. No revide, acabou sendo atingido e não resistiu aos ferimentos.

Até o início da manhã desta quinta-feira (25), os outros dois bandidos que participaram do assalto não haviam sido encontrados. O policial atropelado recebeu os cuidados necessários e está internado. O nome dos presos e do morto também não havia sido divulgado até o fechamento desta matéria.