Unidades de saúde de Curitiba só atendem emergência

saudedentro

UPAs só atendem emergências. Foto: Bruno Henrique/Banda B.

Acusando o prefeito Gustavo Fruet (PDT) de retirar direitos conquistados, os servidores municipais de Saúde pararam as atividades na madrugada desta segunda-feira (30), em Curitiba. As consultas eletivas nas Unidade de Pronto Atendimento (UPA) não estão sendo atendidas, apenas casos de emergência são recebidos pelos profissionais.

A expectativa do Sismuc, sindicato da categoria, é que a adesão nas Unidades Básicas de Saúde seja de 80% dos profissionais.

Por meio de nota, a Prefeitura de Curitiba afirmou que a paralisação é injustificável.

Da redação com informações da Banda B