Furtos de hidrômetros deixam comerciantes e moradores no prejuízo

Alexsandro Wojcik

Uma onda de furtos de registros ou medidores d’água (hidrômetros) da Sanepar deixou comerciantes e vários moradores de Contenda no prejuízo esta semana. Os furtos aconteceram provavelmente durante a noite e foram registrados principalmente na Rua Luzia Franco, onde pelo menos 15 unidades do aparelho desapareceram da noite para o dia.

O hidrômetro, aparelho pelo qual a Sanepar faz a medição do consumo de água, é desmontado pelos ladrões, que geralmente vendem as peças de metal em locais de reciclagem e sucata. Muitas vezes o registro, peça que veda a circulação de água, também acaba furtado, junto com tubos e conexões.

Imóveis que não tenham uma caixa d’água com grande capacidade podem ficar desabastecidos, pois em caso de furtos das peças a água segue diretamente para a rua.

O proprietário de imóvel que tenha a peça roubada deve entrar imediatamente em contato com Sanepar, pelo telefone 0800 200 0115, e registrar o Boletim de Ocorrência, que poderá eximir o consumidor dos custos com a nova peça e a mão de obra, ficando estes custos a cargo da Sanepar. A polícia também recomenda que a ocorrência seja registrada para mapear as os tipos de crimes mais comuns em cada região.