Moradores do bairro Pedro Machado sofrem com alagamentos

Alexsandro Wojcik

Na manhã da última quinta-feira, dia 29, os moradores do bairro Pedro Machado amanheceram fazendo limpeza e calculando os prejuízos causados pela forte chuva ocorrida na quarta-feira, dia 28. Várias casas da comunidade acabaram sendo alagadas e, segundo os moradores, este é um problema antigo da região.

A Rua Olímpio Ferreira Padilha ficou submersa devido ao grande volume de água, com relatos de que o nível da água ficou acima da cintura em alguns pontos. Segundo alguns moradores, tal fato ocorre desde a década de 80, sempre que ocorrem chuvas fortes. Ao lado direito da Rua Olímpio existe um córrego, que foi dragado não faz muito tempo. A ponte sobre a rua também foi concertada, mas segundo os moradores, as manilhas existentes não são suficientes para dar vazão completa à água, que acaba represada na parte de cima, lado esquerdo, da Rua Olímpio Ferreira Padilha, o que vem a causar transtornos e prejuízos para moradores dos dois lados da rua.

Os moradores pedem que seja construída uma ponte vazada, tipo galeria, para a água da chuva fluir melhor. “Esse era um pedido do nosso saudoso vizinho, Luís Cunha, conhecido como Luís da Farmácia, que acabou falecendo sem ver tal obra conclusa.”, comentou um dos moradores, de primeiro nome Pedro.

Os moradores pedem também uma solução para o acúmulo de água verificado ao lado da BR 476, no rio conhecido com Rio Catanduvas, onde inclusive um homem, irmão de uma moradora local, acabou morrendo afogado após cair com o carro dentro do poço do rio.

Os moradores também afirmam que havia a promessa de que de já no início do ano passado iniciariam obras de pavimentação ou calçamento da Rua Olímpio Ferreira Padilha, com a construção de bueiros, mas até o momento a rua foi apenas alargada e poucos bueiros foram feitos.

Representantes da Prefeitura estiveram no local na quinta-feira e disseram que a situação foi causada pelo estouro de um tanque particular na região, mas se comprometeram com a construção de novos bueiros na Rua Olímpio Ferreira Padilha. Também foi afirmado que a Prefeitura irá averiguar junto ao IAP o que dá para fazer com relação ao rio, pois é necessária uma autorização para realizar intervenções no mesmo.