Soja passa a ser um dos principais cultivos nas lavouras de Contenda

Estima-se que, juntos, os agricultores do município colham mais de 650 mil sacas do grão nesta safra

Felipe Andrade Bom Jesus - Lapa, Rio de Areia (1)

Produtividade média nas lavouras da região é de cerca de 55 sacas por hectare. Foto: Felipe Andrade/Cooperativa Bom Jesus.

Alex Wojcik

Contenda já foi reconhecida a nível Estadual como a capital da batata. Nos anos 80, havia até festa em comemoração à produção recorde do tubérculo que o município possuía. Hoje, porém, a batata deu o seu lugar de destaque a outras culturas nas lavouras da região: além de ser um grande produtor de cebola, sendo que recentemente foi sede do 25.º Encontro Estadual da hortaliça, o município de Contenda teve plantada em suas lavouras cerca de 14 mil hectares de soja nesta safra de 2015.

Com a colheita chegando ao fim, estima-se que, juntos, os agricultores do município colham aproximadamente 653 mil sacas de 60 kg do grão, da qual a maior parte será comercializada via trade para Paranaguá, de onde segue para diversos locais.

A produção do grão é creditada pela sua maior rentabilidade em relação à outros cultivos, sendo que o principal diferencial da soja está na mão de obra significativamente mais barata. O custo médio do plantio da soja dependerá, é claro, do nível de tecnologia que cada produtor emprega em sua lavoura, mas na média é de cerca de R$ 950,00 por hectare. O custo médio de um hectare de batata, segundo especialistas, é de R$ 11.800,00. Embora a produtividade por hectare da batata seja incomparável, o custo benefício da soja acaba sendo maior.

Além disso, o preço da saca de batata costuma oscilar, o que não traz segurança para os agricultores na hora de colher e comercializar. Muitos afirmam que durante o plantio o preço é bom, mas na hora da colheita acaba entrando em declínio, devido à superprodução. Já a soja costuma ter um preço mais estável: nesta safra, o valor comercial da saca vem se mantendo em cerca de R$ 60,00, o que garante uma segura rentabilidade ao produtor, considerando, ainda, que a média de produtividade da soja na região é de aproximadamente 55 sacas por hectare.