Ataul deve ser confirmado como vice de Carlão nos próximos dias

Alexsandro Wojcik (20) Inserções Fisk

Foto/texto: Alexsandro Wojcik

Cresceram nas últimas semanas os rumores sobre a possível – e, para muitos, inesperada – união entre o atual prefeito, Carlos Eugênio Stabach (PMDB), e o ex-vereador e segundo candidato a prefeito mais votado nas últimas eleições, Ataul Franco de Carvalho Júnior (PSB), em Contenda. Ataul era tido como o principal nome da oposição ao lado de Mostarda e ambos chegaram a ser cotados para preencher uma chapa de oposição ao atual prefeito, mas não houve acordo, o que fez com que Ataul repensasse sua condição. Ainda, a princípio, o vereador Gilmar Carpejani era o alvo número um de Carlão para ser seu vice.

As negociações entre Carlão e Ataul teriam começado há cerca de três meses e ganharam intensidade após a inauguração, no último dia 29 de junho, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dona Anita (foto), que recebeu este nome em homenagem à mãe de Ataul, que foi casada com o ex-prefeito Anadyr de Moura Carvalho, pai do mesmo. Ela faleceu em 2009, aos 93 anos.

No início das movimentações políticas, o Partido Verde confirmou uma pré-candidatura a prefeito, que deveria ser ocupada pelo empresário Antonio Adamir Digner, o Mostarda, candidato pelo PV nas eleições de 2012. O partido realizou uma reunião recentemente, onde teriam ficado definidos os candidatos a vereador pela sigla, que, porém, não tiveram seus nomes divulgados. Com a provável união entre Carlão e Ataul, Mostarda se vê sozinho como potencial candidato de oposição, podendo até mesmo recuar e desistir da candidatura, afinal está com dificuldades para conseguir um vice: Carpejani também era seu preferido, mas deve concorrer à reeleição como vereador; a opção seria a do lojista Anacleto Tedesco Gasperin, amigo de longa data de Mostarda, que, no entanto, não demonstra a intenção de participar da disputa.

Considerando o cenário atual, surge até a possibilidade de candidatura única para a prefeitura do município. A última vez que isso aconteceu em Contenda foi nas eleições de 1968. Nessa hipótese, além do candidato único, restaria ao eleitor contendense apenas a opção de votar em branco ou anular o voto. Nulos e brancos não são válidos e, segundo a legislação eleitoral, para ser eleito prefeito em uma cidade com menos de 200 mil eleitores, basta obter a maioria simples dos votos válidos, ou seja: para não ser eleito, a votação do candidato único teria que ser menor do que o número de votos brancos e nulos.

A confirmação da candidatura de Carlão e Ataul deve se dar nos próximos dias. A convenção do PMDB, partido do atual prefeito, será realizada no próximo domingo (31), enquanto a do PSB, de Ataul, será nesta sexta-feira (29).

O prazo final para o registro de candidatos pelos partidos políticos nos cartórios eleitorais é 15 de agosto e o início da campanha se dará no dia seguinte. De acordo com as novas regras eleitorais sancionadas ano passado, a campanha eleitoral deste ano vai durar 47 dias.