Autor de crimes na fronteira com o Paraguai é preso em Contenda

insercoes-sound66whatsapp-image-2016-12-29-at-14-48-27Alexsandro Wojcik

A Guarda Nacional do Paraguai e um investigador da Delegacia de Foz do Iguaçu estiveram na Delegacia da cidade da Lapa recentemente com testemunhas oculares de crimes ocorridos na fronteira do Brasil com o Paraguai em outubro do ano passado, onde um policial paraguaio e um comerciante da fronteira foram mortos. A Polícia não divulgou detalhes dos crimes.

Uma denúncia feita através do Disk Denúncia 181 apontava que o autor dos crimes seria morador de Contenda e estaria na cidade. Após a denúncia, a equipe de inteligência da 1.ª Companhia Independente da Polícia Militar identificou o suspeito como Jean Heinzen (foto) e informou à Polícia Paraguaia e a de Foz de Iguaçu que o mesmo já havia sido preso pela PM de Contenda em data anterior pelo crime de receptação. Heinzen, que estava detido na Delegacia de Polícia Civil da Lapa, foi reconhecido pelas testemunhas e pelas autoridades paraguaias como o autor dos crimes cometidos na fronteira e permanece preso.