Luto: rapaz baleado em Araucária faleceu no sábado (13)

Luiz Bojano tinha 23 anos, morava com a família em Catanduvas e foi alvejado com vários tiros durante a tentativa de assalto a um consultório odontológico

Foto - Lobão

Rapaz foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado de helicóptero ao Hospital do Trabalhador, mas não resistiu. Foto: Lobão.

Moradores e frequentadores dos arredores da Prefeitura de Araucária ficaram aterrorizados com a ação de bandidos na última quarta (10), por volta das 17h. Um trio de assaltantes resolveu agir em uma clínica odontológica, situada próximo ao Paço Municipal. O que os marginais não esperavam era a chegada da Guarda Municipal e da Polícia Militar, que foram acionados por clientes por meio do 190. Imediatamente uma intensa troca de tiros começou no local, onde um cliente, morador da cidade de Contenda, foi baleado, enquanto outros saíram machucados do local – alguns sofreram coronhadas dos bandidos, que agiram de forma muito agressiva.

Fotos: Aécio Novitski.

Foto - Divulgação

Foto - Aécio Novitski (3)

Foto - Aécio Novitski (1)

Foto - Aécio Novitski (6)

Várias equipes da Polícia Militar, BOPE e Guarda Municipal atenderam a ocorrência, além do SIATE e do helicóptero da Polícia Rodoviária Federal, que também prestaram auxilio no local. Testemunhas disseram que mais de cinquenta tiros foram disparados entre a polícia, Guarda Municipal e os bandidos, que tentaram fugir, mas acabaram se dando mal: dois foram dominados e presos, enquanto um terceiro tentou se esconder em uma farmácia próxima, mas foi achado, revidou com tiros e acabou morto pela polícia. Walter Farias de Lacerda Neto, 29 anos, era foragido por assalto a mão armada. Os outros dois eram irmãos e menores de idade, não tiveram as idades reveladas, mas eram moradores de Antonina.

Foto - facebook

Bojano tinha 23 anos. Foto: reprodução facebook.

Bojano foi morto pelo bandido que acabou sendo morto pela polícia, num fatídico dia onde foi a uma simples consulta odontológica. Segundo o capitão Cleverson, da 17° SJP, ele foi baleado após ter se desentendido com os bandidos, dentro da clínica, durante a ação. “Os funcionários contaram que houve discussão e, quando o suspeito viu que estava cercado, voltou e atirou no homem, sem que ele tivesse chance alguma de se defender”. Informações extraoficiais ditam que ele perdeu um rim, teve o fígado atingido e um pulmão perfurado. Ele foi atendido por socorristas do Corpo de Bombeiros e encaminhado de helicóptero ao Hospital do Trabalhador, onde acabou falecendo no sábado.

Foto - Aécio Novitski (2)

Foto: Aécio Novitski.

“Eles agiram de forma extremamente violenta. O rapaz que estava armado e morreu no confronto dizia o tempo todo que nos mataria, parecia transtornado”, disse a secretária do consultório odontológico. O bandido estava ferido quando correu para dentro da farmácia. Quem conta é uma funcionária do local, que por pouco não virou refém do elemento. A mulher não quis se identificar, mas explicou que ele a derrubou e a segurou pela perna ao entrar no balcão de atendimento do estabelecimento, mas ela percebeu que ele estava bastante ferido e conseguiu se desvencilhar com chutes. Ninguém na farmácia ficou ferido. A mulher se escondeu no laboratório do local, junto com os demais funcionários, enquanto o ladrão andava pelo interior da farmácia e fazia ameaças de morte. Porém, quando ele subiu no telhado e voltou a trocar tiros com a polícia, foi baleado novamente e morreu.

Os dois adolescentes terão sua situação perante a Justiça agravada com a morte do inocente. Os dois estão apreendidos no CENSE, uma espécie de presídio para menores, que fica em Curitiba.

Da redação