Protesto em Araucária causa prejuízo de R$ 190 mil

Foto Franklin de Freitas

Foto: Franklin de Freitas.

As duas empresas que tiveram ônibus depredados em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, estimam que o prejuízo some R$ 190 mil, conforme nota divulgada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo A manifestação dos passageiros aconteceu na manhã de segunda-feira (13). O ato foi motivado por mudanças na cobrança das passagens de ônibus.

O quebra-quebra começou quando os passageiros chegaram no Terminal Angélica e tentaram passar os cartões da Urbs e nao conseguira. Isso porque o convênio que a Urbs, autarquia que administra o transporte em Curitiba, mantinha com a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) foi suspenso após impasses entre a prefeitura da capital e o governo do estado.

Com a nova forma de cobrança os passageiros de Araucária precisavam desembolsar R$ 5,80 para chegarem a Curitiba. O valor inclui R$ 2,50 que é pago para ir até o terminal e outros R$ 3,30, da passagem para chegar à capital. Antes disso, o valor cobrado era de apenas R$ 3,30, o mesmo do transporte na capital.

Fonte: Paraná Online.