Banco do Brasil de Contenda vai virar posto de atendimento

carpejani-natal-625-acessos

alexsandro-wojcik-2Texto/fotos: Alexsandro Wojcik

O Banco do Brasil anunciou no fim do mês passado um plano de reestruturação da instituição que reduzirá o número de agências e oferecerá um plano de aposentadoria incentivada para até 18 mil funcionários. Segundo informações do G1, no país, 379 agências serão transformadas em postos de atendimento e 402 deverão ser desativadas.

A economia com o plano de aposentadoria incentivada para os funcionários irá variar de acordo com a adesão, mas pode atingir mais de R$ 3 bilhões se os 18 mil funcionários que já têm condições de se aposentar aderirem ao plano, sendo que, conforme divulgado, aqueles que o fizerem receberão 12 salários somados à indenização pelo tempo de serviço. Os funcionários das agências que serão fechadas deverão ser realocados até o dia 1º de fevereiro e caso as mudanças não sejam concluídas até essa data, os funcionários que recebem comissão por cargos receberão a mesma remuneração por quatro meses para que consigam se adequar financeiramente.

Além da economia financeira, as mudanças fazem parte de um plano para ampliar o atendimento digital da instituição: o Banco anunciou a abertura, já em 2017, de mais 255 unidades de atendimento digital, entre escritórios e agências.

No Paraná, 11 agências serão fechadas e 15 transformadas em postos de atendimento, sendo que a agência de Contenda (prefixo 1794) está entre as agências que serão transformadas em postos de atendimento. Em contato com a Superintendência do Banco do Brasil de Curitiba, porém, a mesma informou que, na prática, quase nada mudará para a população, e que as alterações irão gerar mais modificações internas do que externas. O número de funcionários disponíveis para o atendimento ao público, por exemplo, poderá ser diminuído; por outro lado, a Superintendência garantiu a permanência dos caixas eletrônicos e do atendimento bancário praticado atualmente de maneira integral.

Apesar da ressalva da Superintendência da Instituição, os comerciantes, por exemplo, demonstram certa preocupação. “Com o fechamento do HSBC nós do comércio já sentimos uma diferença significativa. Muitos agricultores, por exemplo, possuem conta no Banco do Brasil”, comentou Evandro Baggio, gerente da Eletromóveis de Contenda.

O Procon do Paraná notificou o Banco com a finalidade de obter um detalhamento sobre o processo de reestruturação da instituição e garantir que o consumidor não seja prejudicado. Resta aguardar para ver se, de fato, a população não será afetada.